Em que ano você nasceu?






Encontro inusitado no RJ garante viagem de barman carioca à destilaria de Chivas

Notícias
pessoas sentadas em volta de uma mesa conversando

⍟ Apaixonado pelo mundo dos scotch whiskies, Daniel Estevan recebeu a equipe de Chivas Regal em seu balcão para uma dose da bebida e encantou o CEO da Chivas Brothers, Jean-Christophe Coutures

Publicado em 25 de fevereiro de 2019, às 11 horas.

Trabalhar com hospitalidade envolve muito mais do que somente saber preparar alguns drinks, é também encantar pela boa conversa e o conhecimento daquilo que é servido. A paixão do bartender carioca Daniel Estevan garantiu, no começo deste mês, um convite especial para uma visita à destilaria de Strathisla – berço de Chivas Regal na Escócia, feito pelo próprio CEO internacional da Chivas Brothers, Jean-Christophe Coutures.

Na ocasião, uma comitiva da marca fazia uma visita ao Brasil com uma rota pelos principais bares da capital fluminense e Estevan, bartender do Garoa Bar, no Leblon, pediu que seu balcão fosse incluído no roteiro. O objetivo era preparar drinks para a equipe e conversar sobre um assunto pelo qual é apaixonado: scotch whisky.

Em plena quarta-feira (6), o barman foi avisado de que a equipe de Chivas Regal visitaria o Garoa naquela tarde e se preparou para recebê-los: abriu uma nova garrafa de Chivas Extra e separou copos com gelo para os visitantes. A escolha pelo rótulo foi fácil, pois é um dos produtos favoritos do bartender.

ENTRE DOSES E CONVERSAS

Chegando ao bar, Estevan convidou todos a sentarem-se com ele no sofá para saborear a bebida e conversar. Inicialmente nervoso e ansioso pela importância do encontro, afinal ele estava junto dos principais nomes de Chivas Regal ao redor do mundo, logo o bate-papo tornou-se informal, quase como um encontro entre amigos.

ceo da chivas brothers jean-christophe coutures
Jean-Christophe Coutures, CEO da Chivas Brothers desde julho de 2018

“No meio da conversa, Jean-Christophe me perguntou o que eu achava do portfólio de Chivas, como utilizava os produtos e quais eu mais utilizava”, recorda. “Falei sobre o Chivas 12, que é muito leve e fácil de beber, além do Chivas 18 e o próprio Extra que estávamos bebendo. O Extra incrível. Chivas teve a sensibilidade de trazer um produto de altíssima qualidade com um preço acessível para nós”, explica.

O papo superou as garrafas à venda no Brasil e partiu para notas de sabor e detalhes sobre a produção de outras versões internacionais de Chivas, como o Unara (do mercado asiático), Chivas Ultis (único blend de malt whiskies de Chivas Regal) e o Chivas XV – este último recem-chegado ao país.

Jean-Christophe Coutures ficou fascinado com a conversa e questionou como Estevan conhecia tão bem os produtos da marca e se já tinha conhecido as destilarias escocesas. “Eu disse que sabia tanto sobre os produtos porque estudo muito sobre coquetelaria e sobre meu destilado favorito, que é o whisky. Algo que faz parte da minha paixão e é uma rotina da nossa profissão também”, lembra.

O convite veio em seguida: o CEO de Chivas Brothers disse que ficaria muito feliz em recebê-lo pessoalmente para uma visita especial à destilaria de Stathisla.

“Na hora todos pararam e eu não entendi muito bem o que ele disse porque não acreditava no que tinha ouvido”, conta. “Depois ele reforçou o convite, perguntando se eu não gostaria de conhecer a verdadeira disneylândia do whisky, com toda a história de Chivas, Glenlivet, etc. E claro, respondi que ficaria muito honrado em ir até lá”.

‘NUNCA VOU ME ESQUECER’

bartender daniel estevan
Bartender Daniel Estevan

Para o bartender, essa foi uma experiência muito relevante em sua carreira. “É muito importante para mim, que amo esse produto, conhecer uma das pessoas mais importantes na sua produção e saber que ela tem interesse em ouvir sua história, conhecer o que você tem a dizer sobre o produto. Foi algo muito especial e que nunca vou me esquecer”, reforça.

Para ele, esse encontro reforçou o quanto é importante para os barmen conversarem com seus clientes e entenderem que não é apenas saber preparar receitas com determinado produto, mas entender a melhor forma de utilizá-lo, sua história e sua composição. “A grandeza dos whiskies deve ser valorizada no bar, assim como nós, bartenders, queremos ser valorizados também”, destaca.

Seu objetivo na viagem, que deve acontecer ainda este ano, é aprender mais sobre os whiskies da família Chivas Regal e também conhecer o master blender da marca, Collin Scott. “Ele é uma figura muito importante na indústria do whisky, é a grande cabeça pensante da marca. Será uma experiência engrandecedora”.

Você vai gostar de ler!

final global chivas masters 2018

Inscrições para o Chivas Masters 2019 já estão abertas

⍟ Em sua segunda edição com participação brasileira, o campeonato convida bartenders de todo o país a inscreverem receitas que revelem o “seu ...

Rum Havana Club Tributo 2019

Havana Club lança Tributo 2019 com apenas 2,5 mil garrafas ao redor do mundo

⍟ Quarta edição exclusiva do rum cubano traz a tona a personalidade e tradição do país através da expressão de seus três maestros roneros Publicado ...

drink sete secretos batalha do clube

Participantes terão feedback sobre Batalha do Clube em transmissão ao vivo

⍟ Mixologista do Clube do Barman, Rafael Mariachi, responderá às perguntas dos participantes ao vivo na tarde do próximo dia 25. Saiba como participar ...

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante