Em que ano você nasceu?





Conheça um pouco sobre os profissionais que estão à frente do Clube, oferecendo seu conhecimento em prol da comunidade do bar

Fábio Magueta

Meu drink autoral

Sine Metu

INGREDIENTES

• 50ml Jameson • 75ml Infusão de camomila • 35ml Xarope de açúcar • 25ml Sumo de limão • Guarnição: Flores de camomila

MODO DE PREPARO

Misture todos os ingredientes em uma coqueteleira, agite bem e sirva em um copo alto. Decore com flores de camomila.

QUEM SOU EU

Sou um profissional movido pela minha paixão pelo mundo do bar. Eu também sou apaixonado pela oportunidade de viajar e conhecer outros lugares, tatuagens e música. Meu dia não começa oficialmente até que eu ouça minha primeira música.

COMO CONHECI O MUNDO DO BAR

Eu comecei a trabalhar em bares em 2006 e, como acontece com muitos profissionais, não foi por amor, mas por necessidade. Eu vinha de um ramo completamente diferente, a cosmetologia. Eu dava treinamentos técnicos sobre colorimetria, relaxamentos e outros procedimentos capilares. Eu consegui conciliar as duas áreas por alguns anos, trabalhando em alguns bares no período da noite, e depois decidi focar na minha carreira de bartender.

CARREIRA

Comecei trabalhando em uma casa de música sertaneja na Zona Leste de São Paulo. Eu lembro do meu primeiro dia no bar, eu tinha um moicano e, e cheguei pra trabalhar com o meu estilo, eu usava alargadores na época e o dono do bar me pediu para usar um chapéu de cowboy. No dia seguinte eu não voltei, porque achei muito estranho eu ter que cobrir o que eu sou, né? Dias depois ele me ligou outra vez, me convidando para um bar de coquetelaria porque ele tinha gostado do meu trabalho. Em seguida, trabalhei no Splash Bar, que hoje não existe mais, porém vendia muitos combos de bebida com energético e chegou a ser a segunda casa do Brasil na venda de uma famosa marca de energético. Depois migrei para a região da Vila Olímpia e trabalhei na The History, que além de bar também funcionava como balada. Dois anos depois, comecei a trabalhar na região da Rua Augusta, no Inferno e no Mono Club, onde eu comecei a me desenvolver bastante na área da coquetelaria autoral. O ano era 2012 e eu pude começar a estudar mais e participar de campeonatos. Do Mono Club, fui para o Alberta #3, uma balada muito especial, com uma coquetelaria bem forte e lá eu comecei a despontar. Eu sou apaixonado pelo Alberta até hoje e tenho até uma tatuagem. Voltando do campeonato em Dublin, decidi trabalhar em alguns projetos de coquetelaria, trabalhei junto com o Grupo Cadillac, abrimos quatro bares, foi algo surreal. Um pouco antes de entrar para a Pernod Ricard Brasil, dei uma consultoria para um grupo de investidores que abriu um bar com dois grandes jogadores de futebol.

Não é só saber fazer uma Caipirinha, tem muito conhecimento e experiência por trás de cada cocktail.

Fábio Magueta

O QUE SIGNIFICA SER BARTENDER PARA MIM

Para mim, ser um bom bartender vai além de saber preparar cocktails clássicos e saber criar receitas autorais. Saber fazer as receitas clássicas é algo que todo mundo sabe fazer, mas é preciso ir além. Acredito que é preciso ser um bom anfitrião, ser hospitaleiro, saber receber e acolher os clientes, envolvê-los com uma boa conversa e ser criativo para servir rituais diferentes e exclusivos.

LIFESTYLE

No meu tempo livre, eu gosto muito de viajar, conhecer outras cidades, estados, bares e bartenders. Por conta do meu trabalho na Pernod Ricard Brasil, eu tenho o prazer de poder fazer isso. Porém, durante essa pandemia, muitas atividades externas estão suspensas, e estou gostando de passar o tempo na chácara. Poder estar perto da natureza e colher frutas no pé para preparar meus drinks é algo especial, que me dá um alívio. Eu posso pegar um limão no pé para fazer uma Caipirinha, colho amoras para preparar geléias, escolho uma manga e preparo um suco na hora. Estou gostando de estar perto dos ingredientes naturais, conhecer o ciclo das árvores, podá-las, ver como as frutas crescem e identificar a hora certa de colhê-las. Estar mais tempo no interior está sendo muito bom para mim.

Beba com moderação. Não compartilhe este conteúdo com menores de 18 anos. Confira a Política UGC aqui.

Menu deslizante