Em que ano você nasceu?





Saiba como fazer fat wash com óleo de coco

Educacional
fatwash de óleo de coco com absolut extrakt

⍟ Há muitas opções para o fat wash além da gordura animal. Aprenda realizar a técnica utilizando óleo de coco para criar cocktails simples e saborosos

Se você é um bartender experiente, o fat wash já deve ser um velho conhecido do seu balcão. A técnica, que é usada para extrair propriedades de sabor e aroma de insumos gordurosos, é secular, porém se tornou uma tendência em ascensão na coquetelaria há pouco mais de 15 anos.

A técnica consiste na maceração de gorduras vegetais ou animais em um destilado qualquer, com a finalidade de incorporar elementos como aroma, sabor e textura da gordura na produção de um cocktail. Podem ser utilizados os mais diversos tipos de gorduras na produção do fat wash, como, por exemplo: azeite, manteiga, queijo, tahine, manteiga de amendoim, banha, gordura de bacon e de outras carnes.

A partir da mistura e maceração dos ingredientes, a gordura é separada do destilado pelo processo de floculação e se aglutina na porção superior do líquido, solidificando em resposta à baixa temperatura. Em outras palavras, a floculação é a reação responsável por fazer com que as partículas de gordura expandam e migrem para a superfície do recipiente, para que depois sejam descartadas. O líquido restante desta reação é o produto do fat wash,  ou em muitos casos, o drink pronto para servir aos clientes.

Partindo do pressuposto que as gorduras animais são mais utilizadas do que as gorduras vegetais no fat wash, seja pelo seu sabor marcante ou pela harmonização com drinks famosos como o Bloody Mary, por exemplo, o mixologista Fábio Magueta preparou uma videoaula para ensinar um cocktail saboroso feito do fat wash de três ingredientes: óleo de coco, Absolut Extrakt e Ballantine’s Bourbon Finish.

APROVEITAMENTO E UTILIZAÇÃO

Dependendo do tipo de gordura utilizada na produção do fat wash, é possível aproveitá-lo com segurança por mais ou menos tempo. No caso das gorduras de origem animal, por exemplo, o tempo útil do insumo é diminuído. Porém, no caso de gorduras vegetais, como o óleo de coco, é possível armazená-lo na geladeira e adicioná-lo nas receitas por até 15 dias.

Seguindo a tendência de sustentabilidade e aproveitamento total dos insumos feitos no bar, também existe a opção de aproveitar a gordura solidificada. Como também leva resíduos de sabor, aroma e textura provenientes da maceração dos ingredientes, pode ser utilizada na produção de biscoitos, frituras ou cozimentos em geral pela equipe do bar.

Aprenda agora a preparar um drink especial utilizando o fat wash com óleo de coco, seguindo os passos do mixologista Fábio Magueta:

Agora que você já sabe como fazer fat wash com óleo de coco, conheça alguns cuidados importantes na hora de usar a técnica:

Cuidados importantes com a higiene na preparação do fat wash

Você vai gostar de ler!

drink pop art do the arch bar

The Arch Bar lança menu em homenagem ao Jubileu de Platina da Rainha Elizabeth II

⍟ Composto de 12 drinks, o menu do The Arch Bar foi inspirado nas obras de arte da realeza britânica Publicado em 19 de maio de 2022, às 11 horas. No ano ...

Preparação mental para a jornada de trabalho no bar

⍟ Além da prática de esportes e de uma boa alimentação, a preparação mental pode ser uma ferramenta importante para o bem-estar durante as jornadas de ...

drinks veganos no balcão

Macetes veganos na coquetelaria

⍟ Cada vez mais clientes brasileiros estão aderindo ao estilo de vida vegano, livre de produtos com origem animal, e é preciso que o bar esteja pronto ...

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante