Em que ano você nasceu?






Veja a lista dos oito finalistas do Beefeater MIXLDN7

Beefeater MIXLDN Competições

Bartenders finalistas foram divulgados nesta terça-feira (7). A final nacional acontecerá no dia 22, em São Paulo

Publicado 7 de novembro de 2017, às 12h.

Após um longo período de inscrições, foram escolhidos os oito bartenders que disputarão uma vaga na final brasileira do Beefeater MIXLDN7. Este ano, a maior competição de gin do mundo propunha que os profissionais criassem drinks que misturassem Beefeater com a cidade onde vivem. No total, 90 barmen de todo o país inscreveram suas receitas, que foram avaliadas por um corpo de jurados. As oito melhores estão listadas a seguir.

A disputa nacional está marcada para acontecer no próximo dia 22, em São Paulo. Entre os jurados confirmados está Desmond Payne, master distiller da marca com 50 anos de carreira e criador da receita e Beefeater 24. O melhor colocado disputará a final global, que será realizada em Londres no ano que vem.

O vencedor ganhará a oportunidade de desenvolver sua própria fórmula limitada da bebida ao lado do master distiller.

Confira abaixo as oito receitas finalistas do Beefeater MIXLDN7:

GRIMPA ARIEL TODESCHINI MIXLDN7

Grimpa

(por Ariel Todeschini – Ponto Gin – Curitiba/PR)

INGREDIENTES

40 ml de Beefeater 24
17 ml de xarope de leite de pinhão
10 ml de suco de limão tahiti
5 ml de óleo saccharum de bergamota
2 gotas de própolis
2 dashes de tintura de chá mate
1 caramelo de bergamota

MODO DE PREPARO

Coloque todos os ingredientes em uma coqueteleira com gelo e bata a mistura vigorosamente. Faça uma coagem simples para o copo e guarneça com um caramelo de bergamota.

“Curitiba é uma das metrópoles mais verdes do mundo. Essa flora que está em todo canto da cidade me inspirou para combinar ingredientes característicos da região com o Beefeater 24. O pinhão da Araucária, a árvore nativa mais resistente a civilização da atualidade, a bergamota, o cítrico de vários nomes, chamado de “mimosa” na região, o própolis de abelhas indígenas nativas sem ferrão, produzido na região metropolitana da cidade e o chá mate, o chá mais popular e tradicional do sul do país.”


O CAIR DA FLHA FELIPE MASCARENHAS MIXLDN7

O Cair da Folha

(por Felipe Mascarenhas – IPo Bar – São Paulo/SP)

INGREDIENTES

60 ml de Beefeater London Dry Gin
10 ml de Noilly Prat
5 ml de Chartreuse Amarelo
10 ml de suco de grapefruit
5 ml de xarope de abacaxi
20 ml de xarope Citrus
Fatia de abacaxi desidratada
Begônia comestível

MODO DE PREPARO

Coloque todos os ingredientes líquidos em uma coqueteleira com gelo e bata por cerca de 15 segundos até gelar. Faça uma coagem dupla diretamente na taça. Guarneça com uma fatia de abacaxi desidratada, begônias e uma pedra de gelo esculpida.

“O vento em São Paulo, vem sempre na mão contrária. Talvez por isso alguns não percebem as coisas boas, doces e nem mesmo as folhas caindo. Mas eu vejo o cais e o caos nessa cidade diversa, plural e que acolhe. Esse coquetel representa minha visão sobre São Paulo, que quando uma folha cai, ninguém vê”.


JUSCELINO GUSTAVO GUEDES MIXLDN7Juscelino

(por Gustavo Guedes – Balcão 86 – Brasília/DF)

INGREDIENTES

50 ml de Beefeater London Dry Gin
20 ml de cordial de amora
10 ml de vermute com infusão de açaí
3 dashes de bitter de cacau e café
15 ml de clara de ovo pasteurizada
20 ml de sumo de limão
Flor comestível

MODO DE PREPARO

Adicione quatro cubo de gelo em uma taça coupette e reserve. Acrescente todos os ingredientes em uma coqueteleira com gelo e bata. Em seguida, retire o gelo e realize um dry shake. Retire o gelo da taça e faça uma coagem dupla da bebida. Para finalizar, guarneça com a flor comestível.

“Este coquetel é uma homenagem aos candangos que vieram de outros estados para levantar Brasília do zero! Nada mais justo que batizar com o nome do presidente Juscelino Kubitschek. Como capital federal, Brasília representa todo um país inteiro, então no nosso drink temos ingredientes do norte, como o açaí, o cacau da Bahia, o café do cerrado mineiro e a amora nativa da minha cidade, que facilmente encontramos nas quadras do plano piloto, onde nasci e ainda moro até hoje!”.


PAULICEIA HEITOR MARIN MIXLDN7Pauliceia

(por Heitor Marin – Seen, Tivoli Mofarrej – São Paulo/SP)

INGREDIENTES

60 ml de Beefeater London Dry Gin
10 ml de tintura de azeitona
30 ml de suco de laranja
25 ml de xarope de figo com alecrim
40 ml de espumante
Flor comestível e azeitonas

MODO DE PREPARO

Adicione os ingredientes em uma coqueteleira e bata com gelo. Sirva a bebida em um copo longo e complete com espumante. Guarneça com a flor comestível e as azeitonas.

“Paulicéia Desvairada, obra de Mário de Andrade publicada em 1922, mesmo ano da Semana de Arte Moderna, foi um marco da literatura brasileira e traçou os alicerces da estética do Modernismo no país. A antologia de contos do escritor paulista foi a primeira obra realmente de vanguarda do movimento Modernista.Rompendo radicalmente com as obras anteriores de Mário de Andrade, Paulicéia Desvairada faz uma análise do provincianismo e da sociedade paulista do começo do século XX”.


LAGARTIANDO JEY SILVA MIXLDN7Lagartiando

(por Jey Silva – Kamão – Porto Alegre/RS)

INGREDIENTES

50 ml de Beefeater London Dry Gin
30 ml de vermoute de erva mate
20 ml de cordial de bergamota
100 ml de infusão de macela
Gomos de bergamota
Ramo de macela

MODO DE PREPARO

Em uma coqueteleira, misture Beefeater, vermute e cordial de bergamota em um throwing. Enquanto a infusão de macela é aquecida, transfira a bebida para o copo de cerâmica e complete com a infusão ainda quente.

“Em qualquer casa gaúcha que chegares haverá um chimarrão pra te receber! Dos muitos rituais portoalegrensses, o de lagartiar é o que mais une as pessoas, pra lagartear tu só precisa de três coisas: um mate,um parque e uma berga. A sensação de pegar um sol no rosto, enquanto passa por ti o ventinho frio, sentindo o aroma da bergamota e o amargo do chimarrão, foi a inspiração para esse drink com tantas camadas de sabor e aconchego”.


MARCO ZERO LUCIANO GUIMARÃES MIXLDN7Marco Zero

(por Luciano Guimarães – Pina Cocktails & Co. – Recife/PE)

INGREDIENTES

60 ml de Beefeater London Dry Gin
30 ml de cordial de pitanga
10 ml de tintura de especiarias
15 ml de sumo de limão tahiti
Concha do mar e ar de caju
Gelo crush

MODO DE PREPARO

Coloque todos os ingredientes em uma coqueteleira com gelo e bata a mistura. Em seguida, sirva em um copo com gelo.

“Inspirado na diversidade de sabores, tribos e diferentes culturas herdadas por colonizadores me inspirei no marco zero de recife local onde para mim mais representa toda a diversidade de culturas da minha cidade e para isso uni ao Meu marco zero Gin beefeater o sabor salgado representando nossas praias, os diferentes sabores de especiarias representando todas as tribos e o sabor frutado representando nosso clima tropical”.


CURI-TEA-BA ROGERIO RABBIT MIXLDN7CURI-TEA-BA

(por Rogério Rabbit – Sala Tapii’Tea – Curitiba/PR)

INGREDIENTES

50 ml de Beefeater 24
30 ml de infusão das folhas da KAÁ
20 ml de Geleia Tropical do Chef
Casca e gomo de laranja

MODO DE PREPARO

Bata todos os ingredientes em uma coqueteleira com gelo em cubos. Faça uma coagem dupla para um bule de porcelana com bastante gelo em cubos. Sirva em uma xícara com gelo moído, decore com casca e gomo de laranja.

“Para homenagear a capital mais fria do Brasil, brinquei com o nome, inspirando-me no ritual do chá das cinco em Londres, e para valorizar todo trabalho feito por Desmond Payne, na criação do Beefeater 24, sua obra-prima, perfumei delicadamente com a infusão das folhas da KAÁ, a “arvore sagrada” dos GUARANI, povo nativo e original do Brasil, levemente adoçada com uma geleia de frutas tropicais preparada por nosso Chef, valorizando toda a delicadeza e sofisticação de Beefeater 24. Saúde… Cheers!”.


LADY OF THE LIGHT VINICIUS KODAMA MIXLDN7Lady Of The Light

(por Vinícius Kodama – Ponto Gin – Curitiba/PR)

INGREDIENTES

50 ml de Beefeater 24
25 ml de abacaxi
10 ml de limão siciliano
25 ml de xarope de agave
15 ml de infusão de Mate em Sherry
1 dash de absinto
1 abacaxi tostado com açúcar

MODO DE PREPARO

Adicione todos os ingredientes em uma coqueteleira. Bata a mistura vigorosamente sem gelo para aerar, então adicionar gelo na coqueteleira e bata novamente. Faça uma coagem dupla para uma taça coupe.

“Vila da Nossa Senhora da Luz dos Pinhais fundada em 1693, hoje em dia conhecida como Curitiba. Na tradução do tupi é ‘Terra dos Pinheirais’, por isso decidi utilizar abacaxi e agave syrup na quais são ‘pines’. Mate infusionado em Sherry, sendo o Mate uma erva de forte valor econômico e histórico, acentuando os chás do Beefeater. Absinto para potencializar frescor. Finalmente, Beefeater 24 trazendo floral e sabores orientais, sendo uma das cidades com maior colônia japonesa do Brasil”.

Você vai gostar de ler!

Série Boardwalk Empire

Boardwalk Empire: contrabando e violência durante a Lei Seca americana

⍟ No submundo da política e da influência de Atlantic City, um único homem é capaz de colocar a cidade de joelhos e enriquecer através dos mecanismos ...

colher bailarina dentro do mixing glass

Você deve provar todo drink antes de servir?

⍟ Este assunto pode parecer unânime no mundo do bar, uma vez que faz parte das primeiras aulas de qualquer curso de coquetelaria. Mas vale repensar o ...

Princípios básicos da harmonização de pairings

⍟ Tendência crescente da coquetelaria, o pairing pode fazer sua criação ficar ainda mais interessante ou arruinar o trabalho. Fique atento aos tipos e ...

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante