Em que ano você nasceu?





Guest Sanja: projeto propõe intercâmbio etílico no interior de SP

Notícias
drink vermelho oferecido no guest sanja

⍟ Bartenders de quatro casas de São José dos Campos (SP) levam seus cocktails para diferentes balcões da cidade para divulgar a coquetelaria para o público

Publicado em 23 de novembro de 2021, às 10 horas.

São José dos Campos (SP), no interior de São Paulo, é uma cidade em que a coquetelaria vem despontando nos últimos anos. Um forte movimento de bares e bartenders está agitando a cena etílica da cidade, popularizando receitas clássicas, mas também apresentando ao público cocktails autorais dos mais diversos estilos. Com o objetivo de criar um intercâmbio entre algumas das principais casas da cidade, surgiu o Guest Sanja, criado pelo mixologista Fábio Magueta e a consultora on-trade da Pernod Ricard Brasil, Nancy Santos, em parceria com os bares My House, Bar Coronel, Bar do Wave e Rabo de Galo. Com início em setembro, a primeira temporada do projeto termina amanhã (24), com a visita do Bar do Wave ao balcão do Bar Coronel.

Em cada noite de guest, um bartender leva dois ou três drinks autorais de sua casa para o balcão anfitrião, a ideia é difundir novos padrões estéticos, de sabor e aroma entre os clientes das casas, além de promover networking entre os profissionais de bar e divulgar o trabalho deles.  “Nossa meta é apresentar novidades para os clientes e divulgar a coquetelaria da cidade, que está em constante expansão”, explica Fábio Magueta.

drink baby yoda
Drink Baby Yoda, servido no My House (Foto: Divulgação)

A mistura de propostas, sabores e apresentações do Guest Sanja traz, para trás da mesma barra, estilos de coquetelaria diferentes. Um bom exemplo é o guest entre o Bar Coronel, boteco tradicional da região central da cidade, e o My House Bar e Café, que tem uma pegada mais jovem e criativa. “O Bar Coronel vende bastante chope e trabalha com uma coquetelaria mais clássica, enquanto a Natalia, do My House, tem um bar mais descontraído e os cocktails dela são totalmente diferentes, mais leves e divertidos”, ressalta Magueta.

O Bar do Wave é outro exemplo, segundo o mixologista. A coquetelaria da casa segue uma linha mais clássica, mas repaginando alguns drinks, deixando-os mais modernos. E o Rabo de Galo, por outro lado, tira o público da zona de conforto, criando misturas inusitadas e saborosas, focando em uma coquetelaria mais autoral.

CASAS E BARTENDERS PARTICIPANTES

No total, quatro casas participam do Guest Sanja, levando um pouco de sua coquetelaria autoral para novos públicos. Conheça mais sobre elas e os bartenders que as representam no projeto:

1. My House – Natália Moura

Criado por Natália Moura, de 25 anos, o My House começou com o sonho de mostrar para os moradores de São José dos Campos que a coquetelaria não se resume ao conceito estereotipado de que drinks são doces são só pra mulheres. Para o My House, a coquetelaria não tem gênero, não tem faixa etária e é uma arte. O bar é norteado pela criatividade, tendo como missão principal surpreender todos os clientes. Como o nome sugere, o My House tem a intenção de fazer com que todos sintam-se em casa, para que todos cuidem e amem como se fosse, de fato, o seu próprio canto.

Natalia Moura
Natália Moura no Bar Coronel (Foto: Divulgação)

Natália nasceu em Pirassununga, mas devido à carreira militar de seu pai, mudou de cidade diversas vezes durante a vida. Isso fez com que tivesse dificuldade de criar raízes, mas por outro lado, gerou duas características importantes para sua formação: a facilidade de se adaptar rapidamente às situações e o desejo de conhecer outros lugares e estilos de vida. Morou em Londres, onde teve seu primeiro contato com o mundo do bar, e onde trabalhou como bartender por dois anos. Seu desejo de vontade de aprender e ver o mundo a levou a viajar por 27 países, conhecendo suas culturas, gostos e estilos únicos. Com essa variedade de costumes na cabeça, em 2020 resolveu abrir seu próprio bar,  focado em drinks criativos, onde se desafia como bartender e empreendedora todos os dias.

2. Rabo de Galo – Thiago Gadelha

Fiel ao clássico e apaixonado pelo novo, o Rabo de Galo traz boas histórias em cada copo. O nome do bar foi escolhido em homenagem ao primeiro “cock-tail brasileiro”, Rabo de Galo, criado na década de 50, ícone dos bares e da vida boêmia nacional, e que carrega em um único copo a cultura de duas nações (Brasil e Itália). O bar foi inaugurado em maio de 2021 com o propósito de pesquisar, beber, criar e servir aqueles que, por meio de um drink, desejam um momento de descontração.

Thiago Gadelha e Junior
Thiago Gadelha e Junior Santos (Foto: Divulgação)

Por trás dos drinks do Rabo de Galo está o bartender Thiago Gadelha, de 33 anos. Nascido em Belém do Pará (PA), ele trabalha com hospitalidade desde 2008, morou em Portugal e trabalhou em hotéis e restaurantes na cidade de Albufeira no Algarve, onde aprendeu o valor de um serviço organizado e ágil e atendimento cordial. Em 2011, se formou na London Bar School e iniciou sua trajetória atrás do balcão em Londres, passando por bares, baladas e restaurantes por um período de dois anos. Ele traz toda sua experiência pro balcão do Rabo de Galo a fim de entregar entregar um serviço de qualidade diferenciada com organização e agilidade, buscando também trazer essa experiência de uma visão diferente para bartenders e entusiastas de coquetelaria.

3. Bar Coronel – Rogério Córdoba

Um boteco clássico da cidade, o Bar Coronel foi aberto em 1992 pelo seo Benedito em parceria com sua esposa, Rogéria, que era dona de um buffet e fornecia os salgados para o bar. O bar chama a atenção por ser um boteco no centro velho de São José dos Campos, oferecer um chope diferenciado, comidas caseiras e, mais recentemente, drinks de coquetelaria clássica. Hoje, já soma mais de 20 prêmios nacionais e internacionais.

Rogério Córdoba e Junior Santos, no Bar Wave (Foto: Divulgação)

Atrás da barra do Bar Coronel está Rogério Córdoba, de 30 anos, filho do proprietário da casa. Ele está diariamente no local deste os 11 anos de idade, quando começou a pedir ao pai que o deixasse lavar copos no bar para ganhar o próprio dinheiro. Em 2010, ele teve seu primeiro contato com a coquetelaria tradicional em uma oportunidade de trabalho no Walt Disney World. Na época, fez alguns bicos na barra do restaurante onde trabalhava e se apaixonou pelo mundo do bar. Durante a pandemia, começou a fazer vídeos ensinando o preparo de cocktails no Instagram, ajudando a difundir a coquetelaria na região.

4. Bar do Wave – Junior Santos

Bar Steak House especializado em servir carnes preparadas no primeiro aquário de carne no mundo, utilizando a técnica de cocção “sousvide”, o Wave foca seu cardápio em chopes artesanais, drinks clássicos e drinks autorais que acompanham a proposta da casa.

A mente pensante por trás de cada receita servida no Bar Wave é Junior Santos, nascido e criado em São Jose dos Campos. A paixão pelo mundo do bar foi à primeira vista. Aconteceu quando ainda tinha 17 anos e se interessou em aprender as técnicas do flair barteding, para depois começar a trabalhar como bartender no ramo de eventos no interior do estado. Em 2014, depois de quatro anos na rotina de eventos, decidiu que era hora de trabalhar em uma barra de verdade e aprofundar seus conhecimentos técnicos, inspirado por grandes nomes como Jerry Thomas e Salvatore Calabrese, começou a estudar sozinho. No ano seguinte, teve sua primeira oportunidade como chefe de bar em uma grande casa noturna da cidade, e precisou aprender na prática todas etapas e processos para coordenar uma brigada de bar. No final de 2020, em meio à pandemia, teve a oportunidade de começar no Bar do Wave, onde desenvolveu  a carta de drinks autorais com inspiração nos pratos da casa, combinando também receitas clássicas e releituras.

GUEST SANJA: NOVAS DATAS

O ano está acabando, mas o Guest Sanja já tem novas datas para 2022. Em 12 de janeiro, o My House receberá o Bar Coronel para uma noite de cocktails mais clássicos e amargos. Já no dia 26, será a vez do Bar Wave receber Thiago Gadelha, do Rabo de Galo.

No dia 2 de fevereiro, o Bar Coronel receberá o Rabo de Galo para uma noite de drinks autorais; e, no dia 16, será a vez do Bar Wave invadir o My House com a sua coquetelaria ‘new classic‘.

Março será o último mês do Guest Sanja. No dia 9, o Bar Wave receberá a bartender e proprietária do My House para uma sessão de cocktails leves e saborosos. E para fechar o projeto com chave de ouro, o Rabo de Galo convidará o Bar Coronel para comandar sua barra.

Gostou do Guest Sanja e quer saber mais sobre como ser um guest bartender pode ser importante para a sua carreira? Confira detalhes na matéria a seguir:

O que é guest bartender e como alavancar sua carreira

Você vai gostar de ler!

15 anos do Clube: vai passar um filme pela sua cabeça

⍟ Uma plataforma criada para bartenders, focada em aprendizado, profissionalização, troca de experiências, encontros, competições, conteúdo e ...

PUNCH com diluição

ARTIGO | A importância de uma diluição perfeita nos punches

⍟ Jurado técnico do sétimo episódio, Gustavo Rômulo avaliou a criação de punches com o tema ‘viagens’. Neste artigo, ele explica mais ...

rob roy chivas regal

ARTIGO | Explorando as harmonizações com rótulos de Chivas Regal

⍟ Jurado técnico do quinto episódio, Leo Young analisou drinks que harmonizavam diferentes ingredientes com rótulos de Chivas Regal. Neste artigo, ele dá ...

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante