Em que ano você nasceu?





A independência da coquetelaria nos sabores do Brasil

Notícias

⍟ Neste feriado da Independência, convidamos bartenders de cada região do Brasil para representarem a riqueza de onde vivem em um cocktail especial

Publicado em 7 de setembro de 2018, às 8 horas.

Há 196 anos, o Brasil declarava independência da coroa portuguesa. Mais de 300 anos antes, em 1500, lia o rei português Dom Manuel sobre o Brasil, no relato de Pero Vaz de Caminha: “Em tal maneira é graciosa que, querendo-a aproveitar, dar-se-á nela tudo”. O trecho, livre dos rebusques próprios da escrita da época foi o que deu origem ao que se diz de nosso país: “Terra em que se plantando tudo dá”.  E isto porque ainda mal conhecia o escrivão da frota portuguesa a infinidade de frutas, especiarias e outros tesouros da flora brasileira terra adentro.

No dia em que lembramos a Independência do Brasil, seria justa a homenagem a esta pátria de dimensões continentais, terra que tudo dando faz a nossa coquetelaria tão rica. O Clube do Barman então fez-se bandeirante e foi buscar em cada região um drink que representasse a riqueza e independência de nosso país. Viaje conosco e aprecie a diversidade de ingredientes de nossa pátria amada.

NORTE

Galego

Luis Afonso – Vegas Poker Club (Belém/PA)

“Este drink é feito com frutos sazonais da região Norte, o bacuri e o limão galego. A palavra galego define as pessoas que são natural da Galícia. Porém, aqui no Brasil, a gíria é usada para definir qualquer pessoa loira e devido a isso tem pessoas aqui em Belém que quando a manga está bem madura e toda amarela temos o costume de dizer que a manga está lourinha, então o drink leva esse nome por ter na sua receita limão galego, vodka Absolut Mango e uma fatia de manga como guarnição. Belém do Pará é tão rica na fruta que recebeu a fama de ‘cidade das mangueiras”

INGREDIENTES

60 ml de Absolut Mango
10 ml de sumo de limão galego
15 ml de simple syrup
40 ml de água com gás
50 g de polpa de bacuri
Fatia de manga

MODO DE PREPARO

Em uma coqueteleira, adicione vodka Absolut Mango, sumo de limão galego, simple syrup, e a polpa de Bacuri e faça um dry shake. Em seguida, adicione o gelo em pedra mais sólido (para evitar diluição) e bata novamente até que a coqueteleira se resfrie por completo. Dispense o gelo da taça e faça uma coagem simples para a taça, adicione a água com gás e guarneça com uma fatia em manga em um stick.


NORDESTE

O Cangaceiro

Javier Ortiz (Drinks e Mais – João Pessoa/PB)

“Este drink traz aromas e lembrança que remetem ao sertão nordestino e seus sabores particulares, que potenciamos com os tons de madeira de Jameson Irish Whiskey”.

INGREDIENTES

50 ml de Jameson Irish Whiskey
15 ml de licor de laranja
30 ml de suco de umbú cajá artesanal
5 ml de suco de limão siciliano
Clara de 1 ovo
Bitter nordestino artesanal

MODO DE PREPARO

Em uma coqueteleira, adicione a clara de ovo, Jameson, licor de laranja, suco de umbú cajá e suco de limão e faça um dry shake. Em seguida, adicione gelo e agite por 15 segundos. Faça uma coagem dupla para uma taça coupé e guarneça com uma rodela de limão siciliano desidratado e gotas de bitters nordestino.


SUDESTE

Cuba Caju

Jairo Gama (Vista Ibirapuera – São Paulo/SP)

Inspirado no tradicional drink paulistano, o Caju Amigo.

INGREDIENTES

50 ml de Havana Club Añejo 7 Años
60 ml de compota de caju com infusão de especiarias
10 ml de suco de limão cravo
5 ml de bitters
1 Caju inteiro em conserva

MODO DE PREPARO

Adicione todos os ingredientes a uma coqueteleira com gelo e bata até resfriá-la por completo. Em seguida, coe para um copo alto, complete com gelo britado e adicione bitters. Guareça com um caju em conserva.

 


SUL

drink farrapo ao lado de garrafa do monkey 57 ginFarrapo

Drew Roza (Spoiler – Porto Alegre/RS)

“Para a concepção deste cocktail, utilizei as frutas butiá e bergamota, além da erva mate – ingredientes amplamente difundidos no território gaúcho, provenientes da flora típica da nossa região. Para escolher o Monkey 47, levei em consideração sua composição de botânicos e sua origem germânica. Ao contrário do restante do Brasil, que contou com uma forte colonização italiana, o Rio Grande do Sul teve como predominância a colonização alemã”.

 

INGREDIENTES

45 ml de Monkey 47 Dry Gin
12 ml redução de espumante gaúcho (1:1)
10 ml sumo de limão tahiti
10 ml sumo de bútia
10 ml sumo de bergamota
4 gotas de bitter de erva mate
1 gota de solução salina (15:100)

MODO DE PREPARO

Adicione todos os ingredientes a uma coqueteleira com gelo e bata a mistura por aproximadamente 30 segundos. Faça uma coagem dupla para uma taça coupé crustada com pó de erva mate. Redução de espumante gaúcho: em uma panela, misture partes iguais de açúcar e espumante por aproximadamente 10 minutos em fogo brando. Deixe esfriar e armazene. Solução salina: dissolva 15 g de sal em 100 ml de água filtrada.

Você vai gostar de ler!

márcio silva uma das pessoas mais influentes da indústria de bebidas

Márcio Silva é eleito uma das cem pessoas mais influentes da indústria pela quarta vez

⍟  Ranking elaborado pela Revista Drinks International reconhece bartenders, destiladores, embaixadores e outros profissionais com grande influência no ...

Havana Club Selección de Maestros: um rum feito a várias mãos

⍟ Um dos rótulos mais especiais de Havana Club é feito a partir dos melhores blends escolhidos por seus maestros roneros, e produzido de forma ...

Morre o bartender Rafael Domingues, ex-Frank Bar

⍟ O barman, que atualmente trabalhava como gerente de bar no Nit (SP), faleceu na noite de ontem (28). Publicado em 29 de junho de 2022. Rafael Pires ...

3 commentsOn A independência da coquetelaria nos sabores do Brasil

  • Félicitation à todos os representante do nosso Brasil, onde tudo se da, que tenham orgulho e criatividade nas suas invenções, parabéns. Ao Clube do barman pela bela produção e em especial ao drink FARRAPO do Spoiler, pq sou sou gaúcha.

  • Félicitation à todos os representante do nosso Brasil, onde tudo se da, que tenham orgulho e criatividade nas suas invenções, parabéns. Ao Clube do barman pela bela produção e em especial ao drink FARRAPO do Spoiler, pq sou sou gaúcha.

  • Nosso estado do Pará está bem representado por esse bar (tender Luís Afonso) um dos melhores de Belém parabéns pelo seu drik está muito lindo e parece ser uma delicia

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante