Em que ano você nasceu?





Leandro Santos: “O nível dos participantes aumentou em comparação com a temporada anterior”

Bar Aberto
leandro santos bar aberto

⍟ Jurado técnico do primeiro episódio, Leandro Santos foi também o vencedor da primeira temporada do Bar Aberto. Produtor de conteúdo digital sobre coquetelaria, ele ficou surpreso com o alto nível de conhecimento dos participantes.

Publicado em 15 de outubro de 2021, às 11 horas.

Paulistano de 38 anos, produtor de conteúdo digital e cocktail influencer, conhecido nas redes sociais pelo seu usuário @mussumalive. Leandro Santos foi o jurado técnico do primeiro episódio da nova temporada do Bar Aberto, que foi ao ar ontem (14), no Multishow. O tema da prova avaliada por ele foi amor, em que cada um dos dez participantes precisava criar cocktails que remetessem a pessoas, locais ou coisas que eles amassem – seguindo, é claro, os princípios técnicos da coquetelaria.

Na primeira parte da prova, comandada pela cantora e digital influencer Pocah, cada um dos participantes acabou com uma garrafa de destilado – Absolut Vodka, Beefeater Gin, Ballantine’s Whisky ou Chivas Regal -, que seria utilizada na etapa seguinte, da criação de drinks autorais.

Leandro, que foi o bartender amador vitorioso na primeira temporada do programa, afirmou que gostou muito do resultado da primeira prova, e que estava impressionado com o preparo dos participantes. “É lógico que eles tiveram erros e acertos em alguns detalhes, mas já deu para perceber que o pessoal já estava bem preparado para o reality”, contou. “O nível aumentou bastante em comparação com a temporada anterior”. 

Entre os principais erros, ele destaca o cocktail preparado pelo João Paulo Jacovos, semelhante a um Whisky Sour. “Ele não fez o dry shake corretamente e o drink ficou com um cheiro forte de ovo, o que é um erro crucial, principalmente para uma competição”, apontou. Esse erro, segundo Leandro, acabou pesando na hora da eliminação.

DA MECÂNICA À COQUETELARIA

Apesar de não se ver mais fora da área da coquetelaria, a trajetória profissional de Leandro Santos começou longe das coqueteleiras. Formado como técnico mecânico, ele trabalhava como inspetor veicular até 2009, quando conheceu o Twitter pela primeira vez e, embarcando na tendência da criação de perfis fakes em homenagem a personagens famosos, criou uma conta sobre o Mussum. “Eu gostava muito de Os Trapalhões, adorava os Originais do Samba, e o perfil acabou fazendo sucesso. Em poucos meses eu já tinha mais de 40 mil seguidores e começaram a surgir oportunidades para mim enquanto criador de conteúdo”.

Em 2010, ele decidiu mudar de carreira e seguir no ramo da internet. Em março do mesmo ano, surgiu o site Bebida Liberada, em que ele trazia conteúdos sobre drinks e cervejas com uma boa dose de humor. O conteúdo, até então, era mais humorístico do que educativo. Porém, em 2013, ele decidiu migrar para o YouTube com o intuito de expandir a proposta do site, ensinando receitas de cocktails de uma divertida, provando que qualquer pessoa era capaz de preparar receitas simples se tivesse os ingredientes à mão e disposição.

Nesse período, fez cursos de bartender e harmonização de bebidas para aperfeiçoar seus vídeos. “Eu comecei com drinks fáceis, receitas que podiam ser reproduzidas em casa com utensílios do nosso dia a dia, usando coqueteleiras de plástico, e isso chamou a atenção do público. Às vezes as pessoas só querem preparar um drink para as visitas ou para um churrasco com os amigos”, explicou.  “Acredito que as pessoas se identificaram com a minha proposta”.

DIVISOR DE ÁGUAS

Quando seu canal no YouTube estava bombando, com mais de 500 mil inscritos, surgiu a oportunidade de participar da primeira temporada do Bar Aberto, em 2020. Para Leandro Santos, este foi um divisor de águas na sua carreira.  “A gravação durou apenas uma semana, mas foi o suficiente para que eu pudesse aprender coisas que eu nunca tinha visto sobre coquetelaria, mesmo trabalhando com produção de conteúdo na área por mais de dez anos”.

Após vencer o reality, ele avaliou a necessidade de recalcular a rota da sua produção. O canal do Bebida Liberada trazia um tom mais humorístico sobre os assuntos do mundo do bar e das bebidas alcoólicas, que Leandro acabou percebendo, durante o programa, que se tratava de um assunto bastante sensível. “Eu deixei o Bebida Liberada e hoje crio conteúdos sobre coquetelaria nas redes sociais de forma mais profissional e responsável”. 

Depois de vencer o Bar Aberto, ele continuo mostrando que é possível fazer bons drinks em casa, mas a mesma zueira de antes. “Eu recebi alguns convites para trabalhar em bares, mas eu não sei se é o que eu gosto realmente. Hoje eu me sinto muito mais satisfeito conversando com as pessoas, ensinando e produzindo conteúdo para internet do que realmente atrás de uma barra.”.

Continue acompanhando o Clube do Barman no portal e nas redes sociais para conferir os conteúdos exclusivos sobre a segunda temporada do reality show Bar Aberto.

Saiba mais sobre a nova temporada do Bar Aberto, comandada por Laura Vicente e Márcio Silva, nesta matéria:

Segunda temporada do Bar Aberto estreia hoje (14) no Multishow

Você vai gostar de ler!

15 anos do Clube: vai passar um filme pela sua cabeça

⍟ Uma plataforma criada para bartenders, focada em aprendizado, profissionalização, troca de experiências, encontros, competições, conteúdo e ...

PUNCH com diluição

ARTIGO | A importância de uma diluição perfeita nos punches

⍟ Jurado técnico do sétimo episódio, Gustavo Rômulo avaliou a criação de punches com o tema ‘viagens’. Neste artigo, ele explica mais ...

Gustavo Rômulo: “Participantes estavam dispersos em plena semifinal”

⍟ Jurado técnico do sétimo episódio, Gustavo Rômulo voltou ao Bar Aberto para julgar a prova da semifinal sobre punches com o tema ‘viagens’. ...

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante