Em que ano você nasceu?






6 habilidades de liderança essenciais para chefes de bar

Educacional
chefes de bar trabalhando

⍟ Há características fundamentais a serem desenvolvidas quando se está à frente de um bar, liderando pessoas. Conheça algumas delas e coloque em prática já

1 – Tornar-se um bom comunicador

Aqueles que estão sob sua liderança o enxergam como um exemplo de comunicador e replicarão suas atitudes atrás do balcão. A relação entre os profissionais do bar partirá de você e será copiada pelos outros bartenders. Então, preste bastante atenção à maneira como você se comunica com eles.

Bons líderes são próximos da equipe, acessíveis e se colocam à disposição para encontrar soluções juntos aos colegas de bar. Busque sempre criar pontes para que o trabalho flua melhor.

Procure ser cordial no linguajar com seus companheiros de bar, pois as palavras certas podem solucionar problemas e as erradas podem piorá-los. Não combina com um líder perder as estribeiras em um momento de pressão. Sempre que um problema surgir, respire fundo, coloque um sorriso no rosto e tome uma resolução rápida, sem calor de emoções e com elegância. Seja preciso nas instruções e educado. Por favor, com licença e obrigado nunca saem de moda. Se você tem pavio curto, trate de trocá-lo por um mais comprido, pois não há bartender que consiga render debaixo de um festival de grosserias e nem cliente que mereça ser mal atendido.

2 – Não deixar os outros para trás

Não queira ser o melhor e o ser mais evoluído do bar sozinho, não tome para si todas as informações importantes e oportunidades de aquisição de novos conhecimentos para se tornar o dono da bola.

Como líder, você é responsável pelo crescimento profissional de toda a equipe, então não fique escondendo seus conhecimentos de modo que só você possa resolver todos os problemas do universo.

Promova cursos internos para sua brigada de bar, compartilhe com eles o que você sabe. Além do efeito colateral de tornar-se alguém respeitado pela equipe, você terá gente do seu nível para lhe ajudar e para administrar as situações na sua ausência.

3 – Ser um motivador dos colegas

Encontros periódicos fora do expediente para conversas individuais com os membros da equipe também são ótimos para que você possa transmitir suas expectativas e ouvir os anseios profissionais daqueles que trabalham com você.

Não é possível falar sobre alguns assuntos durante o expediente e com toda a equipe em volta, mas em um momento descontraído fora da muvuca do bar, vocês podem ficar mais à vontade para essas conversas.

Construa uma relação de confiança com seus colegas de trabalho, buscando conhecê-los dentro e fora do bar, pois este laço é essencial para que eles sintam-se confortáveis para serem honestos com você, mesmo que nem sempre o que tenham a dizer seja algo positivo.

Perguntas muito oportunas para serem feitas nestas conversas:
– Você acha que está sendo pouco desafiador o trabalho que está fazendo?
– Que habilidades você gostaria de aprimorar?
– Quais são as suas metas a longo prazo?
– Como eu posso ajudar você a alcançá-las?

Se alguém responder que busca mais responsabilidades ou que quer desenvolver suas habilidades, invista como puder no crescimento desse profissional, seja por meio de cursos ou reservando um período do expediente para acompanhá-lo mais de perto. Continue acompanhando-o, peça sempre um feedback sobre cursos e atualizações fornecidas e o encoraje a continuar se aperfeiçoando cada vez mais.

4 – Ser um motivador da equipe

Conversar individualmente motivará cada membro do time, mas também é importante promover uma motivação coletiva. Como chefe de bar, está dentro de seu alcance fazer com que todos trabalhem com mais qualidade. Ao montar a escala de trabalho, não sobrecarregue um ou outro. O descanso da equipe faz com que eles rendam melhor.

Outro aspecto importante para motivar o grupo é promover momentos de descontração de toda a equipe, de modo que eles possam se socializar entre si.

Planeje um passeio, um almoço ou outro evento que congregue todos com alguma periodicidade. Ninguém é obrigado a se tornar amigo do colega de trabalho, mas estreitar laços de amizade entre a equipe tornam o trabalho mais prazeroso para todos.

5 – Receber corretamente novos empregados

A alta rotatividade da vida do bar, com substituições sucessivas de bartenders pode se tornar uma tarefa cansativa, ainda mais quando em conjunto com as instruções para os novatos estão as responsabilidade da correria cotidiana do trabalho.

Procure documentar tudo o que é preciso ser passado para um novo funcionário, se possível até por meio de uma pequena apostila. Um bartender perdido no trabalho fica desmotivado, e se organizar para repassar tudo o que for preciso diminui o tempo de adaptação.

Assim fica mais prático integrar os novos à rotina do bar sem que você precise se desdobrar para relembrar detalhes que muitas vezes já passam despercebidos no dia-a-dia.

A apostila deve conter cada responsabilidade do profissional no desempenho de sua função, como a ordem do mise en place, como é feito o fechamento, reposição de material, práticas de higiene e fichas técnicas dos drinks e outros produtos servidos no bar.

Membros mais experientes da equipe podem ajudá-lo a organizar essa apostila, já que muitos destes detalhes são parte de funções específicas que não são contadas nas atribuições de um chefe de bar. Essa apostila não precisa ficar pronta do dia para a noite, mas você vai perceber como se tornará muito mais simples adaptar um novo funcionário à equipe depois que ela for criada.

6 – Tornar-se um especialista de bar

Estar sempre informado sobre as tendências do universo do bar faz com que você tome decisões de mudanças com propriedade. Busque sempre se atualizar e estimule sua equipe para que faça o mesmo.

Se você está sempre procurando novidades e compartilhando seu conhecimento, a equipe também vai procurar estar sempre informada para conversar no mesmo nível. Procure cursos de especialização, livros, videoaulas, matérias em sites especializados como o Clube do Barman, pois ser chefe de bar não é o limite do saber, há muito mais a se aprender e se reciclar constantemente é preciso.

Você vai gostar de ler!

degustação de rum

Como fazer uma degustação de rum em 5 passos

⍟ Feito a partir do melaço da cana de açúcar, o rum contém um universo único de notas de sabor. Aprenda a apreciá-las seguindo este guia de ...

drink com altos tequila para peixes e frutos do mar

5 drinks que harmonizam com peixes e frutos do mar

⍟ A experiência de degustar pratos à base de pescados e frutos do mar pode ser mais completa quando harmonizada com os cocktails adequados. Veja alguns ...

the cocktail lab livro capa

The Cocktail Lab: por dentro do laboratório de sabores de Tony Conigliaro

⍟ ‘Cientista maluco’ do revival da coquetelaria, Tony Conigliaro abre seu laboratório de sabores para compartilhar receitas e sua visão sobre ...

One commentOn 6 habilidades de liderança essenciais para chefes de bar

  • Eu gostei muito pois sou novato na área mas tenho muita força de conta de em aprender.Meu sonho e ser um bar man reconhecido pelo meu conhecimento quero também ser um bartander que saiba fazer o Clair isso na minha visão e muito importante.

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante