Em que ano você nasceu?





Rabo de Galo: clássico brasileiro em busca de reconhecimento internacional

Notícias

⍟ Do balcão de botecos paulistanos para bares de prestígio do mundo todo, comunidade de bartenders  busca reconhecimento mundial para o drink brasileiro por meio de sua popularização

Publicado em 23 de agosto de 2017, às 11h.
Bartender Derivan de Souza - Bar Número
Mestre Derivan de Souza prepara Rabo de Galo no Bar Número, em São Paulo

A combinação entre uma boa cachaça e vermute tinto resulta em um dos pilares mais importantes da coquetelaria brasileira. E por que não um dos mais versáteis também? Há pelo menos 60 anos, o Rabo de Galo está presente em bares e botecos de todo o Brasil, recebendo novas roupagens e interpretações. É a partir da sua versatilidade que alguns bartenders e estudiosos da cachaça, buscam levá-lo para cartas de drinks de todo o Brasil.

E por que não para cartas do mundo todo? A ideia é antiga e vai muito além de difundi-lo apenas em bares nacionais, mas conseguir o reconhecimento da International Bartenders Association (IBA).  Fazer parte de sua carta de coquetéis é como estar na vitrine da coquetelaria mundial.

Assim como a Caipirinha, que entrou para a lista da IBA nos anos 90, o objetivo é reafirmar a identidade brasileira com o Rabo de Galo – de paladar mais amargo e versátil – e, de quebra, impulsionar a venda de nossa aguardente para todo o mundo.

Segundo Derivan de Souza, devoto das raízes da cultura coqueteleira no país, o brasileiro tem uma ligação quase emocional com a receita. Isso porque ela se faz presente em quase todos os momentos da vida do povo. “Quando estava triste, se pedia um Rabo de Galo. Era pedido também na hora de comemorar, para evitar um resfriado e até antes de fazer uma reza”. 

No vídeo abaixo, Derivan fala um pouco sobre a iniciativa e faz um convite a todos. Assista:

COCKTAIL ABRASILEIRADO

A história do Rabo de Galo remonta aos primeiros passos da coquetelaria paulistana. A cachaça já era consumida em larga escala nos botecos brasileiros, mas tudo mudou nos anos 50, quando uma empresa estrangeira de vermutes tintos chegou à capital e percebeu que aqui, a cachaça era a grande estrela dos bares.

Para aproveitar a fama de nossa aguardente e, ao mesmo tempo, vender o seu produto, a marca adotou a estratégia de criar um copo com marcações para a dosagem da cachaça e do vermute. A tradução literal do termo para mistura de bebidas, já chamada no exterior de ‘cocktail’, foi usada como batismo para a receita – surgindo assim o nome Rabo de Galo.

Mesmo que o drink tenha surgido em São Paulo, sua receita se espalhou rapidamente pelo Brasil, ganhando nomes e sabores diferentes, ligados às regiões que o adotaram. Nós já contamos a história de alguns drinks paulistanos à base de cachaça nesta matéria.

Rabo de Galo - Bar Número
No Bar Número, o Rabo de Galo é preparado com vermute artesanal, mexido com gelo no mixing glass e servido com um zest de laranja

NOVAS RELEITURAS DO RABO DE GALO

Um dos aspectos mais interessantes do drink paulistano, de acordo com Derivan, é poder conhecer dezenas de histórias diferentes sobre o Rabo de Galo. Cada nova releitura, com suas inspirações e interpretações, enriquece o conhecimento sobre o coquetel.

É possível inovar de diversas maneiras no preparo. Os toques personalizados vão desde a inclusão de elementos regionais, à escolha de cachaças com envelhecimentos diferenciados, uso de vermutes artesanais, guarnições curiosas ou proporções incomuns.

O Clube do Barman se junta à voz da comunidade de bartenders para elevar o Rabo de Galo ao posto de drink internacional: coloque-o na carta do seu bar, conte sua história, divulgue-o e, em breve, com certeza, teremos outro ícone brasileiro para se juntar à Caipirinha na lista da IBA.

 

Você vai gostar de ler!

Raízes da Cachaça – paralelos entre a História do Brasil e da bebida – Parte 2

⍟ Se na matéria anterior nós discutimos o contexto e as origens do surgimento da cachaça, agora vamos além: por quê a bebida foi boicotada? Quem ganhava ...

Raízes da Cachaça – paralelos entre a história do Brasil e da bebida – Parte 1

⍟Nessa série de reportagens, o Clube do Barman tenta traçar um paralelo entre o país e a bebida que mais o representa – desde a origem até seu sabor. A ...

rótulo de garrafa do chivas ultis o melhor blended malt whisky

Chivas Ultis é eleito o melhor blended malt whisky de 2021

⍟ Primeiro blend de malt whiskies criado por Chivas Regal ganhou o prêmio do World Whiskies Awards 2021, agregando prestígio ao portfólio de bebidas da ...

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante