fbpx
Em que ano você nasceu?






Frank Bar, jazz e drinks autorais na capital paulista

Brasil Adentro Sudeste

⍟ No coração de São Paulo, o balcão comandado por Spencer Amereno Jr é a prova de que em todo bar há espaço para reverenciar drinks icônicos e criar receitas surpreendentes capazes de cativar o público

Publicado em 16 de novembro de 2017, às 11h30.

Dono de um dos balcões mais sofisticados de São Paulo, o Frank Bar não é lugar para tomar uma bebida simples. É um bar que clama pela independência de sua criatividade e seu toque autoral – mesmo nos cocktails imutáveis, clássicos consagrados há séculos ao redor do mundo. À frente da equipe do Frank Bar está Spencer Amereno Jr, um amante confesso dos grandes mestres da coquetelaria e seus ensinamentos. Por isso, cada drink da casa, por mais simples que pareça, esconde complexidades de sabores, aromas e texturas – que não devem nada para os maiores bares do mundo.

O Clube do Barman visitou o Frank Bar para falar de duas trajetórias que se confundem: a casa e a de seu head bartender. Inaugurada em abril de 2015, ela faz homenagem ao cantor de americano de jazz Frank Sinatra. Em 1981, ele fez uma apresentação icônica no Maksoud Plaza, hotel cujo lobby é a porta de entrada para o bar. Spencer tem mais de 15 anos de experiência em bares da capital paulista, como o extinto MyNY Bar, Central das Artes e Isola. Mas foi em seu atual endereço no bairro da Bela Vista que pode colocar toda sua criatividade em prática.

Este ano, a casa foi listada como a 68ª melhor do mundo pelo The World’s 50 Best Bars, a melhor colocada entre as também brasileiras Guilhotina e SubAstor. Isso a levou para a principal vitrine internacional da coquetelaria, despertando ainda mais a curiosidade dos visitantes.

Além disso, o Frank Bar já recebeu outros prêmios importantes como: Melhor bar de 2015 pela revista Época São Paulo; Dez melhores bares inaugurados na cidade de São Paulo em 2015 na 1ª edição do Prêmio Taste & Fly; O melhor de São Paulo – Restaurantes, bares e cozinha 2016 e 2017, da Folha de S. Paulo; Bartender do ano e Carta de Drinks da Veja São Paulo Comer & Beber em 2016.

Entrevista - Spencer Amereno Jr

Drink Ambrosia, da seção Stratum. (Fotos: Leo Feltran)

CARTA DE DRINKS

O cardápio da casa é fruto da inspiração e toque autoral de sua equipe. Em setembro, o bar lançou sua nova carta, composta por 20 cocktails, sendo 17 deles criações exclusivas. As receitas são agrupadas em quatro capítulos, de acordo com suas propostas: Simulacrum, Stratum, Circumlocution e Opus.

A primeira, sugere uma verdadeira viagem na linha do tempo da coquetelaria. São histórias e explicações sobre os grandes mestres e seus drinks, em uma época em que não havia tantas ferramentas e insumos atrás do balcão. Há receitas inspiradas em Jerry Thomas, Harry Craddock; Kazuo Uyeda, inventor do hard shake; Don The Beachcomber, que deu o pontapé inicial da Tiki Craze; Emilio “Maragato” Gonzalez, espanhol que trabalhou como cantinero no famoso El Floridita; entre muitos outros.

Stratum propõe uma releitura de drinks com paladar moderno. Em terceiro lugar, na Circumlocution revisita cocktails clássicos com um toque de requinte, como o Maverick Negroni. Ele é preparado com gin, vinho espanhol fortificado e envelhecido em barris de carvalho, chocolate bitters, licor herbal italiano, óleo de castanha do pará e sal.

Opus, a última das seções, contém cocktails mais contemporâneos, as criações mais famosas da equipe do bar. Um deles é o A Smash, que leva Beefeater London Dry Gin, vermute, folhas de aipo, hortelã bicolor, chutney (geleia indiana) de manga, puxuri e limão siciliano.

Frank Bar

Horário de funcionamento: domingos e feriados das 18h à meia-noite; segundas, terças e quartas das 18h à 1h; quintas, sextas e sábados das 18h às 2h (com a jazz ao vivo).
Contato:  (11) 3145-8000.

Você vai gostar de ler!

Como preparar drinks com a técnica de throwing

UTENSÍLIOS PARA ESTA AULA Colher bailarina  – Coqueteleira de Boston –  Julep ou Hawthorne Strainer  –  Jigger   –  Taça ...

Antes e depois da geladeira: um marco da modernidade para a coquetelaria

⍟ Já parou pra pensar que não existia geladeira no Brasil até outro dia? Faça uma pequena viagem no tempo conosco e descubra como esse importante ...

Como preparar drinks montados

UTENSÍLIOS PARA ESTA AULA Colher bailarina  –  Hawthorne Strainer  –  Jigger  –  Faca  –  Taça Borgogne INGREDIENTES ...

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante