Em que ano você nasceu?






Gong Bar: coquetelaria inovadora a 52 andares de altura

Europa Mundo afora
Balcão do Gong Bar, em Londres

⍟ Considerado o mais alto de Londres, o balcão do Gong Bar foge do lugar comum em busca de sabores que evoquem experiências visuais criativas

Publicado em 2 de outubro de 2018, às 11h30.

Do chinês, o termo dougong é uma palavra sem correspondente em qualquer outra língua. Ela refere-se a uma estrutura única criada pela engenharia chinesa para interligar pedaços de madeira utilizados nas construções de templos, casas e outras edificações, a fim de que não ruíssem durante terremotos e outras catástrofes naturais. Essa tecnologia com mais de 2500 anos é um elemento de decoração rústico que marca presença no Gong Bar, em Londres.

Localizado no 52º piso do Hotel Shangri-La, a casa tem uma vista privilegiada do Rio Tâmisa, London Eye e outros pontos pontos turísticos da capital mundial da coquetelaria. Mas nem por isso a atenção é desviada dos cocktails. Sob a batuta – ou colher bailarina, como preferir – do head bartender italiano Christian Mapes, são criadas verdadeiras óperas etílicas, que usam elementos concretos e experiências sensoriais como fio condutor para contar histórias.

Mapes, que fez carreira no tradicionalíssimo American Bar, entre 2012 e 2014, levou para a nova casa toda sua experiência com guarnições finas e apresentações marcantes. Não pense em seu balcão como uma simples estação de preparo de drinks, mas sim como um lugar onde são criadas obras de arte inusitadas – tanto para os olhos, quanto para o paladar.

NAS TELAS DO CINEMA

Um dos menus da casa que mais desperta atenção dos aficionados por coquetelaria é o Director’s Cut, expressão inglesa dada à segunda versão de um mesmo filme, em que o diretor deixa transparecer suas reais intenções e interpretações da história.

É composto por 20 cocktails autorais, separados em cinco categorias: Aventura e Fantasia, Romance e Ficção Científica, Suspense e Drama, Crimes e Ação e, finalmente, Animações e Super Herois.

‘History Became Legend’, inspirado na atmosfera das florestas e natureza rústica presentes nas franquias O Senhor dos Anéis e Hobbit, dirigidas por Peter Jackson (Foto: Gong Bar)

O primeiro deles traz quatro mixed drinks claros e refrescantes como o History Became Legend, inspirado no cineasta Peter Jackson. Notas terrosas, sabores e aromas lembram a atmosfera das florestas mais densas de seus filmes. Feito com Rum Havana Club Selección de Maestros, vinho neozelandês, beterraba em pó, frutas do bosque, mel de pinha e Black Sesame bitters.

Diretor de quatro filmes da franquia Harry Potter, o britânico David Yates também ganhou um drink especial em homenagem ao seu trabalho. Wingardium Leviosa, magia usada pelos personagens da filme para fazerem levitar objetos, é feito com Plymouth Navy Strengh Gin, manteiga de cerveja Pale Ale e chá de tamarindo. O resultado é mix de sabores cítricos e amanteigados.

Na seção ‘Romance e Ficção Científica’, predominam sabores e aromas doces. Um dos diretores mais icônicos deste gênero na atualidade, Christopher Nolan, tem em seu currículo longas notáveis como Batman – O Cavaleiro as Trevas e Interestelar. No Gong Bar, seus fãs podem experimentar o Hidden Self, inspirado no roteirista. É um aperitivo frutado, com saquê, vinho, vodka, ponzu (equivalente ao shoyu), sloe e orange bitters. Blake Edwards, reconhecido diretor norte-americano, famoso pelo clássico Bonequinha de Luxo, foi homenageado no drink A Cat With No Name. Feito com Beefeater 24 Gin, cordial de yuzu e umeshu, lavanda e chá chinês, ele traz notas delicadas orientais e é servido em uma taça chinesa.

Notas doces e delicadas de chás orientais são combinadas com Beefeater 24 no cocktail ‘A Cat With No Name’ (Foto: Gong Bar)

Na terceira seção, que faz referências etílicas aos diretores de drama e suspense, a ideia é fazer com que elementos opostos se atraiam. Sendo assim, Alfred Hitchcock não poderia ficar de fora. Mestre do terror e suspense, tem seu trabalho transformado no Frhed H.C. Cocktail, de difícil classificação. O menu do bar o descreve como “sour, com toques apimentados complexos e textura de carne”. Um dos maiores cineastas de todos os tempos, Stanley Kubrick, tem seu nome estampado ao lado do Hypnoid State. O nome da criação te lembrou algum filme? Então espere para vê-lo, porque a associação com suas obras é imediata. Feito à base de Absolut Elyx Vodka, lemon verbena, leite de arroz e clara de ovo, é um long drink refrescante cítrico e leitoso.

A quarta seção do menu autoral, Crimes e Ação, tem como um dos destaques o Bulletproof, em homenagem à mente brilhante por trás de O Poderoso Chefão, Francis Ford Coppola. Seus ingredientes são scotch whisky, aperitivo de bergamota, vinho jerez oloroso e fumaça líquida, traz um copo, literalmente, à prova de balas, moldado pelo impacto de um projétil.

Na quinta e última parte do cardápio é composta por mocktails – apelido dado aos drinks não alcoólicos. Inspirados em sagas fantásticas e aventuras lendárias e super heróis, relembra o trabalho dos cineastas Sam Raimi (Homem Aranha), Wolfgang Reitherman (Hobin Hood), Bryan Singer (X-Men) e Hayao Miyazaki (A Viagem de Chihiro).

Inspirado no diretor de Laranja Mecânica, O Iluminado e outros filmes que desafiam os sentidos, o drink ‘Hypnoid State’ teria tudo para ser um dos favoritos de Kubrick (Foto: Gong Bar)

REVERÊNCIA ÀS GRANDES INVENÇÕES

No mês passado, a equipe do Gong Bar revelou um novo cardápio autoral, com um novo e ousado objetivo: explorar as grandes invenções da humanidade. Como transformar a inspiração dos inventores para dentro de um copo? A resposta está em cada um dos 15 drinks da A Miscellany of Inventions. Assim como é costume na casa, o menu é dividido em seções e inclui opções não alcoólicas para os visitantes da casa.

“Os cocktails trazem à vida invenções que foram verdadeiros avanços tecnológicos”, disse Christian Mapes à The Spirit Business. “É difícil imaginar o mundo que conhecemos hoje sem chaves de fenda, computadores, filmes e guitarras elétricas”.

Entre as novidades, há o Look No Hands, que combina scotch whiskytriple séc, redução de cerveja IPA e bitter. O nome é uma brincadeira com a frase ‘olha, sem as mãos!’, e homenageia o inventor da bicicleta, Karl Von Drais. Outra invenção homenageada é o balão. Over The Rainbow é feito com Martell VS Cognac, vinho jerez, tangerina, romã, limão siciliano e coalhada. É servido em um copo quente em formato de balão e acompanha um biscoito escocês artesanal.

uma das invenções mais importantes do último milênio, a Penicilina e seu criador, Alexander Fleming, são homenageados no drink The Cure. Ele leva Monkey 47 Gin, licor de alcaçuz, maple, frutas cítricas, timur salgado e aperitivo frutado.

Over The Rainbow, drink em homenagem à criação dos irmãos Joseph-Michel e Jacques-Étienne Montgolfier (Foto: Gong Bar)

GONG BAR

Endereço: 31 St. Thomas St London, SE19QU
Horário de funcionamento: de segunda à sábado, das 12 às 1h. Domingos das 12h à meia noite.
Telefone: 020-7234-8000
Site: www.gong-shangri-la.com

Você vai gostar de ler!

Aprenda a preparar um drink que muda de cor: BUTTERFLY GIN TONIC

⍟ Em mais uma playlist da Série sobre Plantas Alimentícias Não-Convencionais na coquetelaria, você conhecerá a flor do Feijão Borboleta, que dá ...

Drink el presidente feito com havana club

El Presidente: uma breve história do Manhattan à cubana

⍟ Criado em homenagem a um presidente e aperfeiçoado por outro, este cocktail é quase uma resposta cubana à hegemonia dos drinks à base de whiskey do ...

Série: Drinks com Chivas Regal Scotch Whisky

⍟ Já faz um tempo que caiu por terra o mito de que o Scotch deve ser bebido puro. Aprenda quatro receitas consagradas de cocktails com whisky para fazer o ...

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante