Em que ano você nasceu?






Conquistar clientes com as histórias dos drinks

Educacional
explicando-drink

⍟ Contar uma boa história sobre o drink que está sendo servido pode aumentar as vendas e ainda fidelizar clientes ao seu bar

Publicado em 18 de abril de 2017, às 12h.

Quando um coquetel é servido, saber a respeito dele é quase tão importante quanto seu próprio sabor. É preciso ter na ponta da língua algumas respostas, desde o porquê do uso de determinada bebida ou bitter até o motivo do copo ser guarnecido com um limão siciliano – e não tahiti, por exemplo. Trata-se do storytelling, que consiste em conhecer e contar a história dos drinks e dos ingredientes usados, com o intuito de cativar a clientela. Sejam coquetéis clássicos ou autorais, o que importa mesmo é entreter quem está do outro lado do balcão com um papo sobre as origens da receita.

Aliás, o storytelling é receita de sucesso não só na coquetelaria, mas também na arte e na publicidade. No cinema, por exemplo, é o segredo para criar uma trama capaz de prender a atenção do telespectador até os créditos finais. Criar personagens, cenas de forte apelo emocional e finais surpreendentes são parte disso. Na propaganda, o método insere o consumidor na história do produto, fazendo com que fique fascinado por ele. Por isso, é peça indispensável nos bons comerciais – não é preciso muito esforço para lembrarmos marcas famosas e seus slogans e comerciais inusitados.

A ideia é utilizar a mesma técnica para encantar quem frequenta o bar.

CONSTRUINDO UMA NARRATIVA

Quando bem contada, uma narrativa pode garantir pontos a mais para quem está no comando do bar. A habilidade de construir, explicar e entreter com a história do drink mostra domínio sobre o que se está fazendo e demonstra conhecimento técnico.

Então, vale a pena colocar a mão na massa e estudar a história de alguns drinks. Procure investir em detalhes, personagens e curiosidades pertinentes. As origens da Cuba Libre, Gin & Tônica e Mojito, por exemplo, já foram assunto de matérias anteriores no Clube do Barman, assim como Absolut vodka e suas flavors.

Quando o coquetel for uma criação própria, é necessário ainda mais capricho. Afinal, quem pode falar com mais entusiasmo sobre um drink senão seu próprio criador? Mencionar referências como inspiração, história pessoal e a experiência que deseja passar ao cliente são essenciais.

A origem e história das destilarias de vodka, whisky e gin também rendem boas abordagens. Cada marca tem uma história peculiar e uma cultura própria, que podem surpreender quem antes bebia sem conhecê-la.

Para finalizar, preparamos um passo a passo para que você já possa pensar e agir como um storyteller nato.

 1 – INVISTA EM BOAS FONTES

Clientes normalmente gostam de saber sobre a produção daquilo que estão bebendo: origem, procedência, método, etc. Mergulhe seu interlocutor no universo da bebida que está servindo. Mostre a ele que o que está comprando não é apenas um item da sua carta, mas uma história e experiência únicas.

2 – NÃO COMETA EXCESSOS

Contar a história da bebida ou do drink não pode se tornar algo maçante ou professoral, mas um artifício para entreter o cliente e aumentar seu interesse pelo produto. Descrever como funciona a destilaria de uma vodka, por exemplo, pode ser algo fascinante – mas não é preciso esmiuçar o processo. Revisar sua história também, mas não se pode esquecer de que aquele indivíduo está ali para curtir um bom momento, não cursar um doutorado sobre bebidas alcoólicas.

3 – OFEREÇA CONTEÚDO

Se a história for boa, há quem possa até querer sair do bar com uma garrafa do produto fantástico que você apresentou. Por isso, nunca despreze um produto que está em seu balcão ou prateleira, ou faça comentários jocosos em relação a ele. Pois se for justamente aquele que saltou aos olhos do cliente – ele vai querer levá-lo.

4 – PREPARE UMA APRESENTAÇÃO

Prepare um arquivo que explique sobre os tipos de bebidas que você usa e coloque em um tablet. Use fotos e informações fornecidas pelos fabricantes dos produtos. Assim, se existir interesse, você pode mostrar aos clientes que chegam ao balcão e, enquanto prepara o drink, eles se entretêm com isso. Tal atitude deixará claro que sua narrativa não é mera história pra boi dormir.

5 – PROPAGUE SUA PAIXÃO

As escolhas do seu bar refletem sua paixão pelo trabalho. Coloque-a para fora! Quando você conseguir demonstrá-la a seus clientes, se estabelecerá uma relação de confiança e cumplicidade. Mas tenha cuidado para que isso não se torne uma maneira de impor seus gostos pessoais. Não esqueça: o cliente gosta de ser cativado. Então, leve em conta os aspectos que vocês têm em comum e coloque-os à frente dos discordantes.

Você vai gostar de ler!

chivas xv cover - chivas regal

Chivas XV: todo o glamour do whisky finalizado em barris de cognac

⍟ Lançado oficialmente no início deste mês, o novo produto da família Chivas Regal está à venda em lojas Duty Free até outubro Publicado em 16 de ...

cubq vermelho - divulgação

Exposição em homenagem a Hitchcock servirá drink especial no MIS

⍟ Inspirado no universo de suspense do cineasta, o CUBQ criou um drink à base de gin que será vendido durante 36 horas ininterruptas na exposição, em ...

One commentOn Conquistar clientes com as histórias dos drinks

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante