Em que ano você nasceu?





Malibu: destilado versátil para criar drinks leves e tropicais

Educacional
rum malibu com dois drinks

⍟ O que diferencia Malibu dos demais tipos de rum do mercado? Aprenda a explorar as características deste destilado nos cocktails do seu bar

Se você nunca experimentou, certamente já deve tê-la visto nas prateleiras do supermercado ou no estoque do seu bar. Malibu é uma bebida à base de rum com extrato de coco, também conhecida popularmente como apenas rum. Porém, Malibu é muito mais do que isso e pode ser um ingrediente-chave para criar cocktails tropicais, saborosos e também releituras de receitas clássicas.

Antes de conhecermos a história deste destilado, é preciso desfazer algumas ideias incorretas sobre ele. A primeira delas é: Malibu não é um rum. Ele é feito a partir da mistura do rum caribenho, água. açúcar e extrato de coco, o que não permite que seja classificado como rum, uma vez que possui outros ingredientes em sua composição. Outra informação importante para deixá-lo de fora desta categoria é sua baixa graduação alcoólica, que gira em torno dos 20%, bem diferente dos runs caribenhos ou cubanos – como Havana Club, por exemplo.

Por este motivo, Malibu é uma espécie de licor, classificado como uma bebida composta mista que inegavelmente tem um sabor delicado, levemente adocicado e que dá um toque especial nas receitas refrescantes e tropicais. Em algumas regiões brasileiras, como o Nordeste, por exemplo, Malibu é uma presença marcante nas cartas de cocktails.

DE CURAÇAO PARA O MUNDO

Não confunda com a bebida curaçao – este é o nome dado a uma pequena ilha localizada no Caribe, rica em cultura e também em sabores. Neste local, no início da década de 80, Malibu foi criada com uma receita diferente e empolgante: licor de frutas tropicais, rum e extrato de coco caribenho, muito usada por bartenders do país para preparar Piñas Coladas de uma forma mais rápida e fácil.

Seu sabor licoroso, adocicado e leve logo ganhou o coração dos bartenders e do público, uma vez que a década de 80 privilegiava este tipo de sabor, com apresentações coloridas e muitas vezes exageradas, usando frutas e outros adereços nos copos. Desta forma, a produção de Malibu precisava de espaço para crescer, e foi transferida para outra ilha caribenha, a de Barbados.

Por lá, a bebida cresceu, teve sua fórmula alterada para que utilizasse apenas o rum, água, açúcar e extrato de coco e aos poucos, ganhou o mercado tropical.

USANDO MALIBU EM RELEITURAS

Malibu não é uma boa escolha somente para preparar Piñas Coladas. Seu potencial de sabor pode ser aproveitado em diversas releituras clássicas com rum para agregar sabores tropicais, frutados e leves. O mixologista Dilton Sales, de Recife (PE), salienta que também é possível utilizá-lo em receitas como o Mojito, Cuba Libre e diversas outras variações. Uma delas é o Daiquiri, que ganha um novo perfil de sabor ao substituirmos o rum cubano por Malibu.

A versão frozen deste cocktail, que tende a ser uma tendência nos próximos anos, também se beneficia do uso de Malibu e a combinação de frutas como abacaxi, limão e coco.

É possível ir além dos clássicos com rum e aproveitar as notas de sabor do coco e a leveza deste destilado em outras releituras improváveis, mas que podem surpreender, como é o caso do Negroni ou da Gin Tônica. Faça testes e surpreenda-se com as possibilidades usando Malibu.

Um clássico é um clássico. Confira o preparo do Daiquiri com o Malibu:

CRIANDO RECEITAS COM MALIBU

Se o objetivo é criar receitas autorais e diferentes utilizando Malibu, é preciso ter em mente os tipos de harmonizações possíveis (você pode ver mais detalhes sobre o assunto nesta matéria). No caso de receitas com Malibu, o mixologista Dilton Sales sugere começar pela modalidade mais simples, ou seja, pelas harmonizações por semelhança.

Ele explica que o sabor do coco tem bastante afinidade com ingredientes como canela, cravo e especiarias de uma forma geral, além de frutas mais adocicadas. Por outro lado, é possível escolher o caminho da harmonização por semelhança do destilado-base. O rum, por se tratar de uma bebida envelhecida, abre as possibilidades para combinações com whiskies e até mesmo cognacs.

Veja abaixo a receita autoral do drink La Belle:

Com estes conceitos em mente, faça testes no seu bar explorando as releituras possíveis com Malibu e, após entender seus melhores pairings, você estará pronto para criar suas próprias receitas autorais. Não se esqueça: nem todas as receitas precisam ser complexas e com uma dezena de ingredientes. A versatilidade de Malibu também está em uma combinação com tônica, com sucos de fruta ou até mesmo servido on the rocks.

Agora que você já sabe o que é o Malibu e como utilizá-lo nos cocktails do seu bar, aprenda sobre as principais diferenças entre este tipo de destilado e a cachaça:

Diferenças entre rum e cachaça: quatro pontos essenciais

 

Você vai gostar de ler!

márcio silva uma das pessoas mais influentes da indústria de bebidas

Márcio Silva é eleito uma das cem pessoas mais influentes da indústria pela quarta vez

⍟  Ranking elaborado pela Revista Drinks International reconhece bartenders, destiladores, embaixadores e outros profissionais com grande influência no ...

Havana Club Selección de Maestros: um rum feito a várias mãos

⍟ Um dos rótulos mais especiais de Havana Club é feito a partir dos melhores blends escolhidos por seus maestros roneros, e produzido de forma ...

Morre o bartender Rafael Domingues, ex-Frank Bar

⍟ O barman, que atualmente trabalhava como gerente de bar no Nit (SP), faleceu na noite de ontem (28). Publicado em 29 de junho de 2022. Rafael Pires ...

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante