Em que ano você nasceu?





Quando beber é uma viagem no tempo: os centenários pubs londrinos

História
vista frontal de pubs londrinos

⍟ Você já imaginou um bar inaugurado na idade média funcionando até hoje? O que está por trás da longevidade desses negócios? Conheça os pubs londrinos.

Para citar apenas dois destes bares mais antigos, um tem 984 anos e o outro 650. Eles fazem parte de um universo de sete mil pubs espalhados por Londres, a capital da Inglaterra. Apreciadores de chás, os britânicos são conhecidos também como amantes, com até um certo exagero, de gin, whisky, vodka, gin, rum e cerveja. A palavra Pub deriva do nome formal inglês “Public House“.

Conhecido como o mais antigo de Covent Garden, a principal área de entretenimento e teatro de Londres, o Lamb & Flag fica em um prédio da era Tudor (Século XVI). Porém, dizem que o alvará de funcionamento é de 1623. O local tem uma decoração de um pub antigo e cervejas de alta qualidade. Fica na 33 Rose St, WC2 – Covent Garden.

pubs londrinos antigos
Do fundo do baú, foto antiga do interior do pub Ye Old Chesire Cheese.

O Ye Olde Cheshire Cheese foi construído em 1667, manteve a adega do século XIII, e é um dos pubs mais antigos da capital britânica. Informações dão conta que em 1538, neste mesmo local, já havia um pub, que foi destruído no incêndio de Londres de 1666. A adega, parte de um monastério, era ainda mais antiga e foi mantida na reconstrução do local após o acidente. Fica na 145 Fleet St, EC4 – City.

O Cittie Of Yorke fica no local que já em 1420 abrigava uma hospedaria, mas a construção atual é de 1645. No final do século XIX foi todo reformado. Fica na 22 High Holborn, WC1. Já o White Hart tem alvará de funcionamento datado de 1216. Foi reformado recentemente. Fica aberto após as 23 horas e o endereço é 191 Drury Lane WC2 – Covent Garden.

BARES DE VINHO

Os pubs são os pontos de encontro das pessoas da comunidade em todos os cantos da Inglaterra. Local para bater papo, paquerar e beber. Os famosos bares britânicos teriam se originado dos bares de vinhos italianos, isso há mais de dois mil anos.

Com a invasão romana (43 d.C), chegaram pelas estradas as famosas tabernas ou tavernas (palavra latina que significa abrigo ou oficina). Os estabelecimentos comercializavam vinho e serviam para ajudar a matar a sede das tropas.

Como a cerveja foi uma bebida originária da Grã-Bretanha, houve uma adaptação ao gosto local e o produto começou a ser vendido nos estabelecimentos. A história relata que o rei anglo-saxão, Edgar, o Pacífico, por volta de 970 d.C, tentou limitar o número de cervejarias nas vilas. Ele criou, inclusive, uma medida de consumo de bebida alcoólica identificada como “estaca”. Disso surgiu a expressão usada entre os ingleses “derrubar uma estaca”.

As cervejarias, pousadas e tavernas deram origem aos atuais pubs durante o reinado de Henrique VII. Em 1552, uma lei passou a exigir a obtenção de uma licença para administrar um pub.

taverna londrina
Já imaginou como eram as primeiras tavernas? Esta pintura de David Teniers (1658), dá uma ideia do que acontecia por lá: jogos, bebida, descanso e negócios.

PLACAS

As placas nas portas dos pubs dizem muito sobre a história dos bares londrinos. A escritora Elaine Saunders lançou um livro sobre o tema, “A book about Pub Names” (Um livro sobre nomes de pubs). De acordo com a publicação, à época da invasão romana (43 d.C), a placa servia para informar se no local funcionava uma pensão ou comercializava comida e bebida para viajantes. Como a maioria da população era analfabeta, colocava-se um objeto ou imagem característica, de forma bem clara e simples.

Diferente de Roma, que era rica em videiras e colocava ramos nas portas indicando que vendia vinho, os ingleses colocavam pequenos arbustos (bushes) para apontarem que o local aceitava hóspedes ou servia refeições e bebidas. Ainda hoje é comum encontrarmos nomes como Bush ou Bull & Bush. Com o passar do tempo, as placas mantiveram a finalidade, mas os nomes evoluíram e passaram a homenagear heróis, personalidades e figuras nacionais e também relatar um pouco da história britânica.

O The George, na região de Southwark, é o único pub londrino remanescente de um tipo de pensão que foi muito comum no país, chamado coaching inn. Os locais atendiam viajantes e seus cavalos. O The George nasceu em 1550 e como é próximo à London Bridge, foi um local popular de hospedagem para todos que passavam pela capital.

the george pub
Desde o século XVI em atividade, o pub The George possui uma série de bares conectados em seu interior.

CONSUMO

Números apontam que um inglês adulto ingere, em média, 13 litros de álcool por ano. O britânico costuma ir a um pub pelo menos uma vez por semana e muitos deles aproveitam o famoso humor ácido de seu país para rir do porre no dia seguinte. Os pubs londrinos atraem tanta atenção que existem passeios programados para turistas brasileiros com informações sobre história, arquitetura, bebidas e o encontro de outros brazucas que estão passeando, morando ou estudando na capital britânica.

TIRA-GOSTO

Para os turistas que gostam de beber e comer algo, existem tira-gostos ou comidas tradicionais britânicas sendo servidos nos pubs. As opções vão de pacotes de batata frita, amendoim, castanhas, tortas e também porções. Para as refeições mais completas, existem os gastropubs, que são um híbrido de pub, bar e restaurante, com bebidas e alimentos.

Os pratos mais famosos e pedidos são o Roast Beef (filé assado) com acompanhamentos, que custam, em média 21 libras (cerca de R$ 155,00) e o Fish and Chips (peixe com batata frita) – 11 a 15 libras- (R$ 82 a R$ 111,00).  Quando as temperaturas aumentam é tempo de churrasco (barbecue). Com o calor, os pubs que possuem áreas abertas criam cardápios especiais e oferecem hambúrgueres, cachorros-quentes e linguiças, tudo feito na grelha. O valor fica entre 7 e 15 libras (R$ 52 a R$ 111).

pratos famosos nos pubs londrinos
Fish and Chips é um prato quase obrigatório em um pub londrino de respeito.

SEM GARÇONS

Se você quiser ir a um pub para beber, nem adianta chamar por um garçom, como acontece nos bares pelo mundo afora. Nem eles e nem as garçonetes existem nesses estabelecimentos. Se quiser se sentir um “local”, não aborde os funcionários que recolhem os pratos e copos ou servem as refeições, pois tudo que você for consumir terá que ser pedido e pago no balcão. Também não existe aquela mania de dividir a conta no final da noite com os amigos. Pediu, pagou.

pote de gorjetas
Moedinha de 50 centavos como gorjeta? Nada disso. Pague uma cerveja aos funcionários do pub.

SEM GORJETA

A famosa caixinha ou gorjeta para o barman ou quem o atendeu é rara nos pubs. Depois de ficar horas bebendo e se o atendimento foi muito bom, o freguês pode agradar o funcionário da casa oferecendo um drink. Ao pagar a conta, você pede para incluir o preço de uma bebida no total.

A SAIDEIRA ESTÁ DIFERENTE

Aquela mania que muitos brasileiros têm de ficar nos bares sem hora para irem embora não existe nos pubs. Normalmente, eles ficam abertos das 11 às 23 horas, de segunda a sábado, e do meio-dia às 22h30, nos domingos. Em muitos deles, faltando dez minutos para o encerramento das atividades, um sino será tocado: é o Last Orders (Últimos Pedidos).

Esta é a última oportunidade de comprar uma bebida antes do fechamento da casa. Caso já esteja satisfeito, está na hora de ir embora. Eles não permitem que fiquem enrolando dentro do pub após o fim do expediente.

ENQUANTO ISSO, NA IRLANDA

Beber muito também é uma característica dos irlandeses. E nada melhor do que fazer isso em um pub – são vários espalhados pelo país. A diferença para os estabelecimentos ingleses é que o local serve também para reunião de negócios não só para bater papo com amigos.

Outro detalhe que difere dos pubs ingleses é que na Irlanda existe música ao vivo, com bandas e DJs. Muita música local e rock. Os horários de funcionamento também são diferentes. Eles iniciam o expediente por volta das 18 horas e há alguns que funcionam até, no máximo, as duas horas da manhã. Alguns abrem de dia e funcionam como restaurante, servindo almoço.

O país possui 1.790 pubs, sendo que 750 ficam só na capital Dublin. Isso significa que a cidade tem um pub para cada mil habitantes. Lá, existe um bairro inteiro dedicado aos pubs. São mais de 80 restaurantes e bares.

Uma das áreas mais boêmias e com a maior concentração de pubs na Irlanda.

HUMOR BRITÂNICO

Os ingleses qualificam os norte-americanos como “bobos” por não entenderem o humor britânico, cheio de sarcasmo e ironia. Os locais adoram rir de si mesmos e de seu modo de vida.

Um dos detalhes para compreender esse tipo de humor  é não se levar a sério e sempre destacar suas próprias falhas. Como os pubs fazem parte da vida dos ingleses, selecionamos algumas piadas feitas sobre os britânicos e seu tradicional ponto de encontro.

Eles utilizam o humor para aliviar todos os momentos, até os mais infelizes. Poucos assuntos não viram alvo de uma piada. Não usam para ofender, mas como um tipo de medicamento para enfrentar a vida. O humor britânico descarta o lugar e o tempo.

Leia a seguir algumas anedotas que registram seu humor característico:

“Pobre velho tolo”, pensou o cavalheiro bem vestido enquanto observava um velho pescar em uma poça do lado de fora de um pub. Então, convidou o velho para um drink.
Enquanto bebericavam seus whiskies, o cavalheiro pensou que iria agradar o velho e perguntou: “Então, quantos você pegou hoje?”
O velho respondeu: “Você é o oitavo.”


Dois advogados entram em um pub. Eles pedem alguns drinks e tiram os sanduíches da pasta e começam a comê-los.
Vendo isso, o proprietário furioso exclama: “Desculpe-me, mas vocês não podem comer seus próprios sanduíches aqui!”
Os dois advogados se olham, encolhem os ombros e trocam de sanduíches um com o outro.


Um urso polar entra em um bar e pede uma cerveja.
O barman diz: “17 libras, por favor”.
O urso polar paga e se senta.
Estupefato, o barman se aproxima e diz: “Isso é empolgante, não recebemos muitos ursos polares aqui!”
O urso polar responde: “Não estou surpreso! Com cerveja a 17 libras o litro…”


Eu trabalhava em um pub próximo a um hospital e um dia um cara entrou com camisola hospitalar segurando um soro em um suporte que ainda estava conectado às suas veias.
Eu perguntei a ele como eu poderia ajudar e bizarramente ele disse: “Por gentileza, quero 2 litros de chopp, 2 litros de stout, 4 doses de Jameson, 3 doses de Beefeater e 6 doses de tequila.
É um país livre. Então, começo a servir as bebidas e colocá-las no bar, uma de cada vez.
Quando terminei de servir todas as bebidas, ele engoliu-as em ordem e terminou com as doses de tequila, que despachou uma de cada vez em um ritmo rápido.
Ele então olhou para mim muito triste e disse: “Eu não deveria ter bebido tudo isso com o que tenho.”
Eu disse: “O que você tem?”
Ele disse: “Cerca de 3,50 libras”.


Um bilionário de 50 anos entra em um bar com sua namorada de 25 anos.
Seu amigo perguntou como ele conseguiu uma garota com metade de sua idade.
O bilionário respondeu: “Menti sobre a minha idade”.
Seu amigo perguntou: “Você disse a ela que tinha 40 anos?”
Não, disse o bilionário: “Eu disse a ela que tinha 90”.

 

Agora que você já conhece a história por trás dos pubs ingleses, descubra o Yeoman Warders Club – um bar exclusivo para os guardas da torre de Londres:

Yeoman Warders Club: o pub exclusivo dos Beefeaters em Londres

Você vai gostar de ler!

duas taças de gin tônica beefeater

Dia Mundial do Gin Tônica: 4 motivos para escolher Beefeater Gin

⍟ Em 19 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Gin Tônica, um dos cocktails mais populares no Brasil e no mundo. Nesta matéria, veja quatro motivos ...

dois drinks em cima de um guardanapo

Artigo | Amor: ingrediente fundamental para a coquetelaria

⍟ Primeiro jurado técnico da nova temporada do Bar Aberto reflete sobre a importância do amor para as experiências etílicas Publicado em 18 de outubro de ...

leandro santos bar aberto

Leandro Santos: “O nível dos participantes aumentou em comparação com a temporada anterior”

⍟ Jurado técnico do primeiro episódio, Leandro Santos foi também o vencedor da primeira temporada do Bar Aberto. Produtor de conteúdo digital sobre ...

One commentOn Quando beber é uma viagem no tempo: os centenários pubs londrinos

  • Há um pequeno equívoco sobre o horário de funcionamento dos Pubs na Irlanda. Eu morei lá, e trabalhei como Head Bartender . Apenas cinco Pubs tem autorização para trabalhar até as 02:00. E Poquissímos night clubs podem ir até as 04:00.

Escreva o seu comentário:

O seu e-mail não será divulgado.

Menu deslizante